Nessa calor a gente só quer pensar em tempos mais fresquinhos

O calor está bombando no Brasil neste momento. Quem está na praia está aproveitando a brisa fresca e os dias de folga para recarregar as baterias com certeza. Além da paisagem maravilhosa, claro.

Eu que já voltei a trabalhar depois do recesso de fim de ano, tenho que aguentar o calorão e me vestir para trabalhar mesmo assim. E que desafio é se vestir para ir trabalhar sem morrer de calor ou chegar lá desmontada, transpirando e ofegando…

Então para suportas esses dias absurdamente quentes do verão brasileiro, vamos dar uma olhadinha no que está acontecendo num lugar mais fresquinho?

O pessoal lá do hemisfério norte começou forte. Segunda semana de janeiro já começou com a abertura da temporada de desfiles de moda masculina para o Outono/Inverno 2014-15 em Londres. O burburinho segue para Milão e depois Paris. Logo em seguida virão as coleções femininas para o nosso deleite também. Até lá, as grifes lançam coleções de entressafra ou como elas mesmo chamam – Preview.

Burberry e Gucci já deram um gostinho do que vem por aí, mas eu gostei mesmo foi da coleção da Altuzarra. O estilista que está despontando no cenário da moda trouxe uma coleção para o frio, mas que tem muita cara de primavera, se considerarmos a cartela de cores clarinhas e a leveza das peças.

altuzarra-pre-outono-invern

“É uma alfaiataria simples, com toques à Altuzarra como as fendas bem angulares, recortes arredondados pra valorizar as curvas femininas, saias transpassadas, um pouco de drapeado e camisaria”, segundo resenha do site Lilian Pacce.

Não tem como não se inspirar no cinza mescla como neutro coringa do vestido tubinho e calça de todo dia. E as combinações também não tem erro: azul marinho, rosa bebê, branco, nude e até um laranja vivo para aqueles dias que a gente quer um pouco mais de cor.

O comprimento das saias logo abaixo do joelho garante o look para os escritórios mais formais. É só deixar as fendas mais sutis como as das saias dos próximos looks.

altuzarra-pre-fall-2014-15

Os casacos compridos e de lã, além dos suéteres e sobreposições mostram mesmo que a coleção é prevista para o outono frio dos europeus e americanos, mas não tem como não pensar no cinza clarinho e imaginar ele combinado com estampinhas florais e veranis no lugar do xadrez e das listras. As cores escuras fazem o contra-ponto de seriedade.

E olha só que lindos os sapatos abertinhos no calcanhar? Lembram as mules e tamancos de muitos anos atrás, só que numa versão muito mais chique e alinhada.

Nhai, desejando muito que as lojas por aqui no Brasil tenham opções parecidas, se não nas modelagens ao menos nas cores, porque adorei as variações de look de trabalho sem quase nada de preto.

Melhor do que isso, só um chapéu, água de coco e areia da praia!

Anúncios

Vou trabalhar de bolsa colorida

Você precisa de uma bolsa nova pra bater no dia-a-dia e usar para trabalhar? Você tem várias bolsas, mas tem preguiça de trocar ou não aguenta mais a mesmice do preto, caramelo ou nude?

A resposta para essas e várias outras dúvidas na hora de escolher o acessório feminino mais usado por todas nós é uma só: vai de bolsa colorida.

Mas aqui, vamos ser francas: todo mundo tem reservas na hora de comprar um acessório de uso diário colorido. Sempre dá aquele medo de não conseguir combinar, de ser uma peça restrita, não conseguir usar ou chamar atenção demais.

Isso acontece mais ainda com as bolsas, que não costumam ser a peça mais barata do guarda-roupa da gente e precisam mesmo ser versáteis e combinar com tudo. Até porque, os dias que saímos de casa para o trabalho na maior correria e não temos tempo de trocar de bolsa, são a grande maioria não é mesmo?

Então pra tirar as suas dúvidas e diminuir os seus receios aqui vão algumas dicas e muitas imagens pra você tentar se inspirar e tomar coragem pra arriscar um pouco de novidade na próxima vez que resolver investir numa bolsa.

Olha só o clássico que pode ser uma bolsa vermelha:

bolsa-vermelha

Viu como deixa o visual mais poderoso instantaneamente? Use nos dias em que precisar conversar sério com o chefe, pedir aumento de salário, fazer apresentações ou liderar uma reunião, já que dizem que vermelho é a cor que faz a gente se sentir mais confiante e seguro de si.

Mas se quiser dá pra usar vários dias seguidos também, porque vermelho pode ser incrivelmente fácil de combinar com as roupas de trabalhar. Comece com as combinações mais clássicas e tradicionais como preto e branco, a inspiração navy do azul marinho ou explore um pouquinho mais de cor.

como-combinar-bolsa-vermelh

O vermelho também vai bem com outros tons de azul, com os vários tons de bege e caramelo, e fica bem diferente quando usado com verde musgo ou militar. Use uma das peças em rosa claro e o resultado será bem feminino.

Agora, se uma bolsa vermelha já é lugar comum pra você, surpreenda-se com o laranja. Até eu me surpreendi na hora de fazer a pesquisa pra esse post.

Aparentemente a cor é novo vermelho em termos de bolsas que adicionam o toque diferente e tem tudo a ver com o verão, dá só uma olhada:

bolsa-laranja

Certeza que o guarda-roupa vai ficar com cara de novidade. Se o laranja parece ser muito ousado e radical, procure uma com tons mais apagados ou que na verdade seja um marrom que puxa para o vermelho ou laranja. Vai com tudo, acredite:

bolsa-marrom-laranja

Sandra Bullock dá a dica de roupa pra trabalhar

No filme Gravidade que estreou neste fim de semana, além do George Clooney, você só vai ver Sandra Bullock usando macacão de astronauta ou num look pra lá de minimalista.

Sandra Bullock no filme Gravidade

Na verdade, a atriz serve de inspiração pra gente em outro filme, que se você não assistiu ainda está perdendo tempo. A Proposta é um filme de mulherzinha com romance, boas risadas, o herói bonitão Ryan Reynolds e o nosso foco de hoje: um guarda-roupa de trabalho impecável.

O primeiro look que chama atenção logo no início do filme é um terninho preto. A diferença dele para aquele do nosso armário está em vários detalhes que podem mudar tudo em qualquer visual.

O terno preto perfeito

Uma das diferenças é o blazer de corte ajustado, que marca a cintura e ainda cria o efeito peplum quando visto de costas. O cinto fininho usado por cima finaliza com perfeição, pois realça o formato do blazer e acrescenta informação sem ser excessivo.

A segunda diferença é o comprimento midi da saia lápis, que alonga e afina a silhueta da atriz, ajudando também a disfarçar as pernas grossas.

A mesma saia aparece sendo usada com camisa listrada, onde o interessante é a largura nada discreta das listras, a manga curta e ajustada e a cintura alta da saia. Varie um ou mais desses detalhes em peças diferentes e você terá muitas opções de roupas para ir trabalhar.

Não é só um conjunto de camisa e saia

Sandra Bullock também usou o comprimento midi em vestidos com detalhes drapeados, franzidos, um decote V aqui, outro mais discreto ali, além dos tons neutros de cinza e vinho, que combinam com tudo e são alternativas ao preto de sempre.

Vestidos nada óbvios

E pra terminar, olha a diferença que uma bolsa colorida pode fazer. Tudo bem que é uma Hermes Birkin, mas dá pra ver como o tom de amarelo alaranjado vai do look mais formal e sério, dá alegria para uma camisa branca clássica e ainda passeia pelo informal sem deixar nada a desejar. Mais um motivo pra criar coragem e ter uma bolsa de cor vibrante no dia-a-dia.

Uma bolsa laranja não é demais