SPFW – Top Tendências do inverno 2016

No post passado falei sobre as tendências das passarelas internacionais para a Primavera 2016, e hoje, com o término da 40° edição do SPFW eu vim falar um pouquinho sobre a minha seleção das top tendências para o nosso inverno 2016 ( focando nas tendências  que faremos grande proveito no ambiente de trabalho).

spfw16inverno

Rendas

As rendas continuam em alta na próxima estação, de vários estilos e padronagens, elas  dão um ar elegante ao visual. Pode investir sem medo!

renda

Peles

Apesar de desfilarem peles verdadeiras (de animais abatidos para o consumo de carne), eu particularmente, fico com as opções das peles falsas “faux fur”.  As peles, inevitavelmente, adicionam glamour ao look. Coletes e Casacos cobertos em peles de ‘pelos longos’ estarão em alta.

peles

Tricot

O trico (e outros tipos de trabalhos manuais) sempre aparecem fortemente nos desfiles brasileiros. E para esse inverno nao será diferente, os tricots oversized com pontos largos vieram com tudo!

tricot

Saias

Apesar das saias aparecerem em diversos comprimentos, as mídi se destacaram. Seja no estilo lápis ou evasê, elas são perfeitas para manter a classe (e a pose) no escritório – Aposte sem medo. Dica: para as baixinhas, invista neste comprimento combinando-as com scarpins de salto alto para ajudar a alongar a silhueta.

saiamidi

Calças

As calças cropped continuam em alta e apareceram em peso nos desfiles. Deixe a sua amada calça skinny um pouco de lado e embarque neste inverno com calças mais volumosas (estilo cenoura, por exemplo) e com a barra um pouco mais curta.

calca

E vocês, o que acharam dos desfiles?

Anúncios

Pausa para uma #Selfie?

Que tirar uma Selfie virou moda mundial não é nenhuma novidade…estamos cansados de ver todo mundo por aí com seus selfie sticks a todo vapor, mas a novidade vem quando a marca Dolce & Gabbana decide tornar o ato oficialmente fashion, com suas modelos parando para um autorretrato em meio ao desfile!

A inspiração da coleção vem dos pontos turísticos e das características da Itália, as barraquinhas de frutas e tomates (característicos no país) completaram o cenário e criaram uma paisagem perfeita para, claro, muitas fotos!

O clima do desfile foi de férias, a roupas vieram cheias de bordados retratando os marcos do país. Teve a Catedral de Santa Maria, o Coliseu, a Torre de Pisa e até a estátua nua de David de Michelangelo.

DG_milao

Os tão amados fones de ouvido em parceria com a Frends voltaram, mas dessa vez vieram cobertos de flores e frutinhas. (desejando em 1,2,3!!)

A coleção está super colorida e como sempre, trazendo o DNA da marca! Domenico e Stefano nunca nos desapotam.

fonedeouvido_dg

As modelos entraram na onda, descontraídas atuando como turistas e tirando selfies. Porém, o mais legal de tudo isso foi a estratégia que a marca usou para mostrar as roupas – essas selfies foram projetadas em um telão e postadas online imediatamente.

dg

É sempre muito inspirador assistir um desfile que além de peças lindas, é divertido e cheio de energia boa! Me contem, vocês estão acompanhado essa maratona das semanas de moda? Já tem a sua cidade  e desfile preferido?

Londres Fashion Week: TopShop Unique

A Topshop é uma marca inglesa de high street extremamente popular e, eu diria, ícone do país – principalmente de Londres.

Se você já teve a oportunidade de visitar a cidade irá concordar comigo…as vitrines da marca representam perfeitamente o estilo das inglesas!

Andando pelas ruas é muito fácil perceber essa identidade e como as suas consumidoras adoram essa ‘coisa’ de misturar tudo em um look só. E essa arte elas dominam muito bem e ficam extremamente estilosas!

A Topshop já foi ícone de todas as adolescentes inglesas. Desde a época do high school até o college, todas (sem exceção) irão falar que o guarda-roupa era quase 100% da marca.

No entanto, como apresentado durante a fashion week primavera-verão 2016, parece que a marca quer mesmo continuar acompanhando essas mulheres por mais algumas gerações e trouxe para a passarela ‘looks com ar de crescidinho’, o que garante bastante inspiração aqui para o Escritório Digno.

topshop

Os blazers leves são perfeitos para o verão e para nos acompanhar ao escritório! Reparem que a cintura marcada com cinto ou nos detalhes de abotoamento vieram com tudo e dão forma a silhueta.

topshop2

As calças cropped e as saias lápis também entraram no repertório. Gosto bastante das camisas com um ar mais despojado e não tão certinha ao corpo – só cuidado com a quantidade de botões que irá abrir! Hehe.

topshop4

A fenda apareceu tanto nas saias como nos vestidos e dão um ar mais sexy ao look. Os tecidos de caimento leve se misturaram com texturas como o couro e a pele. Dica: invista em peças de couro ou sintético colorido para o verão, eles estarão em alta!

topshop4

E o que falar das estampas? Acho que a Topshop escolheu dois clássicos: o floral e o animal print, eles nunca saem de moda e são bem aceitos no ambiente de trabalho, até mesmo nos mais formais.

No geral, a coleção primavera-verão da Topshop não mostrou muitas novidades, mas fez com eficácia o que eles estão acostumados a fazer, que é o mix de estampas e materiais.

Também achei que foi apresentado uma coleção mais madura e elegante, que na minha opinião, está aprovadíssima! E vocês, o que acharam?

Semana de Moda de Nova York: saiba o que as fashionistas usaram!

A semana de Moda Primavera-Verão de Nova York acabou ontem, mas as inspirações de street style continuam a todo vapor!

Nesse período, o mundo da moda coloca os olhos não somente para os desfiles de estilistas consagrados e estreantes, mas também para o que as estrelas do street style andaram usando.

Por esse motivo, muitos dos looks vistos nas ruas acabam virando tendência e ditando moda tanto quanto as coleções propostas dentro das passarelas.

Eu, particularmente, considero os sites de street style de extrema inspiração e toda vez que quero compor um look de um jeito diferente, certamente gasto alguns minutinhos (ou horas!) olhando esses sites e me encantando com cada foto.

Acompanhando a semana de moda, eu fui reparando em alguns ‘padrões’ que apareceram diversas vezes ao decorrer dos 7 dias e decidi listá-los aqui para vocês.

Tons de mostarda e amarelo

NYFW_streetstyle_amarelo

Os tons de mostarda e amarelo apareceram para iluminar os dias nubaldo durante a semana e, olhando para o futuro, combinam super bem com o clima Primavera-Verão.

O mostarda é um tom ‘mais sóbrio’ e pode entrar no guarda-roupa de trabalho sem problema algum. Já o amarelo ovo é um tom que chama muita atenção e não fica adequado quando o escritório pede um dress code mais formal. No entanto, é um trend alert que vale prestar atenção!

Barra da calça dobrada

NYFW_streetstyle_barradobrada

Essa não é mais nenhuma novidade, mas é uma dica de styling super preciosa que dá um charme extra ao look. Lembre-se: são os detalhes que fazem a diferença.

Não dobre a barra muito certinha, a parte cool é deixá-la ‘perfeitamente desarrumada’.

Camisa branca

NYFW_streetstyle_camisa_branca

A camisa branca é um clássico no guarda-roupa de quem trabalha em escritório! Na semana de moda as fashionistas usaram tanto em looks mais ‘formais’ quanto em looks mais despojados, combinado- as com jeans.

Dica de styling: dobre as mangas e deixde um ou dois botões abertos.

Jeans com Jeans

NYFW_streetstyle_jeans

A combinação jeans com jeans continua em alta e está livre daquela regrinha ‘use dois tons diferentes’…agora a regra é não ter regra!

O jeans foi visto inclusive nos acessórios, como sapatos e bolsas! Se você ainda não experimentou usar denin em nada que vá alem de calças e camisas, dá uma olhadinha na minha seleção nesse post aqui.

Navy

navy_street_style

Várias it girls desfilaram looks inteiros navy, outras combinaram a cor com branco. Fique ligada, o azul marinho pode virar o novo preto!

Branco

NYFW_streetstyle_branco

O branco total foi visto muito nas ruas (e também nas passarelas), portanto, essa é uma tendência que estará tomando conta das vitrines. No escritório, todo cuidado é pouco! O branco é uma cor que pode marcar a silhueta e acabar mostrando o que não queremos. Além disso, muito cuidado com a escolha da lingerie – os tons de nude são as cores adequadas, nunca use lingerie branca por baixo de roupas brancas ( o efeito é devastador!)

Para não ser confundida com algum  profissional da área da saúde, combine as peças brancas com acessórios coloridos e de peso.

Preto

NYFW_streetstyle_totalbalck

Porque afinal fashionista que se preze não abandona o seu look total black não! No entanto, no dias de verão do nosso país tropical, ‘fashionista que se ama’ evita a cor…fica a dica!

 

E vocês, repararam em outras tendências de street style por aí? Conta pra mim nos comentários! =)

Trend alert: Vestido Trapézio

Embora ainda estamos nos aproximando (quase!) da primavera, hoje quero falar de uma tendência muito forte que dominou os desfiles de Outono/Inverno do hemisfério Norte…porque somos vanguardistas e estamos sempre um passo à frente, não é mesmo?

Essa tendência é o vestido trapézio, que além de ser visto em inúmeros desfiles, tem sido apontado como o queridinho de muitas celebridades e it girls mundo afora.

Os vestidos trapézios são excelentes para usar entre as mudanças de estação, ou seja, pode começar já! Eles são fáceis de combinar, ficam lindos com camisas usadas por baixo e ainda combinam com meia calça…e quando os dias mais quentes baterem na porta, pode deixar as meias e as camisas de lado e usá-los sozinhos! Tem peça mais curinga que essa para se ter no guarda-roupa?

Criados nos anos 60 pelo ilustre Yves Saint Laurent, os vestidos trapézio foram o grande sucesso, eternizados em vários editorais pela atriz e modelo Twiggy.

mondrian_vestido

O vestido mais famoso, que até hoje é usado como referência para diversas criações, é o vestido trapézio Mondrian, criado por Saint Laurent e inspirado nas pinturas de Piet Mondrian.

O ícone dos anos 60 tem um shape amigo de todas as mulheres, como a modelagem abre um pouco na região dos quadris, o vestido é ótimo para disfarçar quilinhos extras na cintura, bumbum avantajado e quadris largos.

vestido_trapezio2

Para dar um toque atual ao vestido, aposte em ankle boots ou sapatos com jeito masculino para contrastar o visual. Para a noite, também pode apostar em tecidos com brilho e texturas. Se quiser balancear a silhueta, uma boa dica é usar brincos e colares de peso, assim como o vestido é mais larguinho na barra, os acessórios atraem o olhar também para a região superior do corpo.

Na pegada esportiva, os tênis com pegada fashion vão muito bem também e dão um ar cool ao look, pode apostar sem medo!

vestido_trapezio

Como havia mencionado acima, nos dias mais frios vale apostar em camisas e blusas de manga longa por baixo – além do look ficar mais comportado para os dias no escritório, você de quebra fica aquecida!

vestido_trapezio_ideias

Os vestidos acima podem ser encontrados na ordem 1- Forum na Dafiti, 2 – Morena Rosa, 3 – Benetton na Dafiti.

Me contem, o que vocês acham dos vestidos trapézio? Vão aderir essa tendência? Eu, particularmente, amo e acho super versátil!

As tendências da Alta-Costura de Paris

A semana de Alta-Costura de Paris outono-inverno aconteceu entre os dia 05 e 9 de Julho e trouxe desfiles de fazer qualquer um suspirar. É claro que as coleções apresentadas lá são peças extremamente exclusivas, de alto valor monetário e muitas vezes nem estão à venda. No entanto, é sempre possível filtrar o que se foi visto e adaptar as tendências ao nosso dia-a-dia e realidade.

Antes disso, vamos entender melhor o que é a Alta-Costura – em francês Haute Couture. O termo se refere à criação de peças exclusivas e sob-medida. O processo de criação é feito inteiro à mão, do início ao fim, e os tecidos são de altíssima qualidade, muito caros e muitas vezes fora do comum. O processo todo é super trabalhoso e leva muito tempo para produzir uma única peça, além de exigir do costureiro mãos de fada!

Na França, o termo Haute Couture é protegido por lei e há um órgão regulador que determina quais marcas são aptas para serem consideradas alta-costura. Para tal, essas marcas precisam seguir alguns critérios, tais como: produzir roupas sob encomenda e feitas à mão, ter um ateliê em Paris que empregue no mínimo quinze empregados em tempo integral, vinte outros que são técnicos e a cada estação devem apresentar no mínimo cinquenta modelos originais para o público, incluindo roupas para o dia e para a noite, em janeiro e julho de cada ano. Ou seja, realmente Alta-Costura não é pra qualquer marca não!

Apesar de todo o glamour, como já havíamos falado acima, podemos levar as tendências apresentadas tranquilamentes para a nossa realidade. Nós do Escritório Digno selecionamos as tops trends e mostramos aqui como trazê-las ao ambiente de trabalho.

1) Um ar de anos 50

O romantismo e a feminilidade dos anos 1950 foram inspiração para muitos estilistas, como para Georges Chakra e para Raf Simons, estilista à frente da Dior. Peças com cintura marcadas, comprimento mídi além de estampas florais delicadas. Para trazer a tendência ao escritório, basta investir naquela saia mídi que você está ensaindo para comprar há tempos. Além disso, de acordo com um artigo do Google, a procura da saia no site de buscas continua crescendo.
alta-costura_anos50

2) Glam e Brilho nos anos 70 e 80

Também vimos o veludo voltar com tudo, em macacões amplos com decotes profundos e cintura marcada inspirados no final da década de 70. Para o escritório, invista em blazers de veludo sobrepostos com macacões amplos (sem o decote profundo!) e de tecido sem brilho.

Os anos 80 deram pinta em peças com ombros marcados, cores fores, texturas e brilhos, como visto no desfile da Armani Privé. Blazer estruturado ajuda a harmonizar a silhueta de quem tem quadris mais largos.

alta-costura_70e803) Faux Fur

Claro que muitos estilistas de Alta-Costura, como Karl Lagerfeld, usam e abusam de peles verdadeiras em suas criações, mas nós aqui somos a favor da pele sintética. A pele apareceu tanto em visuais ostensivos, com casacos bastante volumosos, e também em detalhes para um visual mais suave.

Você pode apostar principalmente nos coletes de pele por cima de camisas, eles quebram a monotonia e dão um ar sofisticado.alta-costura_peles4) Conjuntinhos

Os conjuntinhos que vieram com força em 2010, apareceram em diversas coleções de Alta-Costura. Compostos na maioria das vezes de calças e blusas e com modelagens diversas, o que se destacou foram as pedrarias, estampas florais e recortes vazados, como proposto por Versace.

No escritório, a nossa combinação mais prática é o terninho não é mesmo? E porque não investir em um com ar floral para a próxima estação?collage-2015-07-13 (3)

Onde achar: 1) Saia Mídi – Triton Dafiti/2) Blazer de Veludo – Missoni Farfetch/3) Colete de Pelo – Thelure Shop2gether/4) Conjuntinho Floral – Urban Garden Shop2gether

Essas foram as principais tendências vistas na Alta-Costura de Paris, espero que vocês tenham gostado da nossa seleção! Escreva nos comentários qual é a sua preferida =)

Brasileiros em Londres e um pulinho em Milão

A Semana de Moda de Londres passou e todo mundo estava ansioso para ver como os brasileiros Lucas Nascimento e Barbara Casasola iam se sair. É que dá uma pontinha de satisfação e orgulho em saber que tem gente nossa acontecendo lá fora, não é mesmo?

E eles fizeram bonito. Não tem como negar.

Lucas Nascimento

lucas-nascimento-inverno-20

Confesso que num primeiro instante esperava um pouco mais daquele ar futurista dos desfiles anteriores. Então vi que na verdade, Lucas Nascimento me surpreendeu. Ele trouxe de novo seu trabalho incrível com couro e tricô, mas com modelagens retas e amplas, com um pouco menos de estrutura do que antes, mas definitivamente com mais balanço. Principalmente nas calças larguinhas e com pregas.

Além disso, a coleção dele me fez lembrar que os tons neutros não precisam ser o preto, cinza e azul-marinho do nosso guarda-roupa profissional de todo dia. Eles são neutros e coringas sim, mas podem ser vibrantes e cheios de novidade. É só olhar para os vários tons de verde que ele combinou com vinho, cinza e preto. Destaque para a calça em amarelo quase mostarda: é a dica de como usar amarelo para ir trabalhar. Dá vida instantânea para qualquer look, desde que não seja combinado com preto.

Barbara Casasola

barbara-casasola

O desfile da Barbara trouxe coisas bem interessantes! As transparências com certeza foram o ponto mais forte para mim. E apesar de muitos acharem que não dá pra usar no trabalho, o truque de styling do look do meio é perfeito para o escritório. Use uma camisa branca por baixo do blazer transparente e voilá! Lindo, diferente e elegante sem ser vulgar.

Fora isso, as transparências da Barbara só vão mesmo para as festas e coquetéis do trabalho, desde que muito bem acompanhadas de uma regatinha ou vestido simples por baixo.

Mas olha só como ela mostra o jeito de usar meia-calça neste país tropical: preta e finíssima com scarpin clássico. Vai com o vestido azul marinho e com o terninho rosa antigo, que aliás são duas ótimas opções para variar as roupas para trabalhar.

Agora, deixando a satisfação de ser brasileiro numa hora dessas e olhando para um grande clássico da Semana de Moda de Milão, não tem como não babar no desfile da Gucci.

gucci-inverno-2014

Foi difícil escolher só cinco fotos pra colocar aqui. Recomendo ir lá no site da Lilian Pacce e olhar o desfile todo se você não viu ainda.

Anos 60 sem ser caricato. Uma mulher profissional e feminina ao mesmo tempo. Os looks mostram sim o empoderamento da mulher independente sem perder a sensibilidade que nos é tão característica.

Quero pra ontem um terninho lavanda, óculos de armação e lentes esverdeadas, e essas camisas de babadinhos fofíssimas. Nem precisam ser de couro também, porque afinal nosso inverno não é lá tão frio assim.

Se inspirar nos desfiles é bom, mas às vezes dá uma vontade absurda de poder ter todos os looks! O jeito é correr para a costureira ou garimpar as lojas para achar os nossos equivalentes, não é mesmo?

Inspiração na Semana de Moda de Nova York – Inverno 2014/15

Quando termina uma semana de moda e logo começa outra é o exato momento em que eu percebo que a correria já começou e está a pleno vapor. Sinto que já aconteceu um monte de coisas e é necessário fazer um resumão para seguir em frente e não perder informação.

Segui algumas blogueiras em Nova York e agora viajo com elas para Londres, onde a Semana de Moda começa hoje. Alguns desfiles me chamaram atenção e acho que mais do que tendências ou se restringir ao que vende no Brasil, eles podem ser pura inspiração para o nosso dia-a-dia. Tem muita alfaiataria pra ficar bonita e elegante no escritório, conforto nas modelagens maximizadas e truques de estilo nas sobreposições inteligentes.

Hugo Boss

desfile-hugo-boss-nyfw-2015

A marca bem conceituada não fazia um desfile há 20 anos. Jason Wu foi lá e lembrou em cheio o caráter da grife: a mulher de negócios que alcançou o sucesso, muito obrigada. A inspiração dos ternos masculinos é óbvia no corte e na utilização da lã, mas deixou um ar poderoso e de autoridade incontestável.

Destaques para o comprimento das saias e vestidos abaixo dos joelhos e o uso de loafers no lugar do scarpin de salto. O fechamento do blazer com cinto em uma das laterais e fivela é um daqueles detalhes que a gente pode procurar nas lojas ou mandar fazer. Assim como o vestido-colete, que é uma ótima alternativa para os terninhos e os vestidos tubinho que todo mundo está cansado de ver no trabalho.

A surpresa ficou para a saia lápis, que ganhou estampa xadrez digitalizada e subiu a cintura para fazer par com o top cropped. Quem diria que a blusa curtinha poderia ir trabalhar, não é mesmo?

3.1 Phillip Lim

desfile-phillip-lim-nyfw-aw

Nessa coleção o trabalho do artista italiano Agostino Bonalumi foi transformado em estampas abstratas com blocos de cores e motivos florais. A silhueta relaxada está presente novamente nos maxitricôs, nas calças amplas e no blazer com lapelas exageradas. Até o xadrez do terno nada convencional tem clima tranquilo com suas linhas bem espaçadas. As cores pastéis dão leveza aos tons escuros da proposta de inverno.

Inspiração nos detalhes para adicionar na memória e no guarda-roupa: quero uma camisa com estampa abstrata, mas bem feminina para alegrar a vida das calças pretas; saia abaixo do joelho em tecido fluido usada com um belo tricô substitui lindamente o conjunto de saia-lápis e camisa; o jeito de deixar o tricô mais belo e marcante é ser folgadinho e ter babados.

Mas o look desejo total foi o conjunto de blazer com abotoamento duplo e a calça de alfaiataria com estampa xadrez que se complementam em cores invertidas. Talvez eles não fossem tão absurdamente elegantes se não tivessem essa proporção maximizada nos lugares certos.

Theory

desfile-theory-ny-outono-in

Olivier Theyskens acertou nas sobreposições. Não viu? Então é justamente porque elas passam despercebidas de tão leves. Talvez porque ele tenha usado transparências e tecidos molinhos por baixo dos tricôs mais pesados que serão a outra tendência da estação.

Não tem como não desejar um blazer que termina acompanhando o movimento levemente godê da saia e se confunde com um vestido ultrafeminino. Fique também pensando em como achar uma saia transparente, no melhor estilo das antigas anáguas, só para usar embaixo de alguma saia reta, cinza e que antes era totalmente sem graça. Melhor jeito de usar a alfaiataria de um jeito tão ladylike, ou usar transparência no trabalho.

terno-camisa-victoria-beckh

No mais, um look perdido ou diria escolhido a dedo, no desfile da Victoria Beckham. O blazer é esse casaco comprido de linhas retas e fluidas. Amarrado na cintura com um lacinho por dentro, ele é cheio de bossa. Daí você usa por cima de uma clássica camisa branca, mas que não tem uma gola propriamente dita, imita a continuidade da lapela do casaco… Não é nem peça desejo. É sonho de acordar e sair para trabalhar se sentindo leve, chique e elegante, totalmente sem esforço.

Como usar tênis no escritório

Essa semana um dos maiores assuntos nos sites de moda foi o Desfile de Alta-Costura da Chanel. Como sempre Karl Lagerfeld conseguiu causar frisson.

Os desfiles de alta-costura costumam ser bonitos, extravagantes e ricos. Afinal, eles mostram justamente a moda que não está acessível para todos. Ainda é aquele jeito tradicional parisiense e por vezes antiquado de fazer roupas sob medida para os ricos e mais ricos ainda.

Mesmo assim, Chanel é Chanel e atrai público de todas as idades e poder aquisitivo. Nem que seja só para ver a última loucura ou sonho fantástico que a maison francesa vai lançar. Sim, porque entra temporada e sai temporada, eles conseguem lançar tendências, manias e no mínimo comentários a mil.

Dessa vez não foi diferente, porque junto com os vestidos delicados e trabalhadíssimos no bordado e brilho, as modelos de Karl entraram na passarela usando tênis. Um contraste até então maluco e que deixou todo mundo boquiaberto com a ousadia. Mesmo que os tênis tenham aparecido com bordados, brilhos e metalizados coordenados com os vestidos, eles ainda eram tênis.

chanel-detalhes-alta-costura

E não tem jeito, na nossa cabeça tênis é esportivo. Aliás, para alguns não sai nem do circuito casa-academia-casa. Para outros, não há dúvida, de que os tênis da Chanel são sucesso garantido e vão virar febre.

E daí que todo mundo vai usar tênis pra tudo no mundo. Será que vai poder usar também para ir trabalhar?

Hmm… Por mais que a gente queira acreditar que o design e a moda podem mudar o mundo, a verdade é que isso não chega no ambiente do escritório. Já existem tênis que mais parecem sapatos, com desenho mais fino, acabamento menos grosseiro, mas eu ainda não consigo vê-los sendo usando para trabalhar com um terninho.

Os tênis lindos da Chanel vão aparecer em todo lugar mesmo. Mas com jeans, saias, vestidos… Se aparecer com terno é para evento de moda ou ocasiões informais.

tenis-chanel

Então não. Continuo achando que os tênis couture não vão poder dar o ar da graça no escritório. Assim como eles provavelmente não vão ser usados em festas com os tais vestidos lindos, não é mesmo?

Deixe os tênis para a casual friday, se o seu escritório adotar a prática e permitir. E mesmo assim, evite tênis muito esportivos, metalizados, fluorescentes ou qualquer outra cor vibrante demais para um ambiente formal de trabalho.

O melhor mesmo é optar por sapatilhas, que combinam perfeitamente com calças de sarja, saias mais soltinhas e vestidos leves. Lembrando sempre de tudo que a gente já falou aqui sobre manter a imagem de profissionalismo todos dias. Afinal ninguém sabe quando vai ter uma reunião importante de última hora, um encontro com um cliente ou uma promoção surpresa! 😉

Imagens: FFW

A polêmica meia-calça no verão

O desfile da coleção de primavera/verão 2014 da Miu Miu apresentou quase todas as modelos usando uma meia-calça mais grossinha com textura e desenhos.

Meia calça no verão?

Mas peraí, não era desfile de verão? Lá vem a polêmica de novo.

É bem verdade que de tanto a gente ver meia-calça opaca sendo usada pra tudo e dona Kate Middleton usando meia transparente sempre que aparece com as pernas de fora, todo mundo começa a questionar e a gente começa a pensar nas possibilidades.

Meia-calça a la Duquesa de Cambridge

O problema é que nosso país é tropical. A primavera aqui, dependendo do lugar pode até ter um ventinho frio, mas não é a maioria. E o verão sempre promete ser quente, muito quente. Então fica difícil imaginar calor, praia, festas de fim de ano e tudo o mais que a gente associa ao nosso verão com a idéia de usar meia-calça.

Mas e o nosso dia-a-dia no trabalho parece com esse verão que a gente vê nas revistas e televisão? Vamos combinar que não é bem assim, né.

A maioria de nós trabalha com o ar condicionado ligado o tempo todo e a meia-calça continua indo para o escritório sim, pois ela continua tendo a função de manter a elegância com um terninho ou um vestido. Além disso, elas escondem pequenas manchas e deixam as pernas mais longas e delineadas.

A indústria já se adaptou ao mercado brasileiro há muito tempo. Hoje em dia existem meias finíssimas, com tramas mais abertas, feitas com materiais próprios para o calor e até sem costuras nas pontas.

A meia-calça certa para ir trabalhar no verão é justamente essa que vai parecer que você não está usando nada. Experimente as meias no dorso da sua mão e escolha uma com o tom exato da sua pele, evitando as que tem lycra na composição para fugir do brilho.

Como todo ambiente de trabalho mais formal, independente se é verão ou não, evite as coloridas, estampadas e rendadas. Meias pretas para o verão brasileiro, também é melhor evitar. 🙂