Brasileiros em Londres e um pulinho em Milão

A Semana de Moda de Londres passou e todo mundo estava ansioso para ver como os brasileiros Lucas Nascimento e Barbara Casasola iam se sair. É que dá uma pontinha de satisfação e orgulho em saber que tem gente nossa acontecendo lá fora, não é mesmo?

E eles fizeram bonito. Não tem como negar.

Lucas Nascimento

lucas-nascimento-inverno-20

Confesso que num primeiro instante esperava um pouco mais daquele ar futurista dos desfiles anteriores. Então vi que na verdade, Lucas Nascimento me surpreendeu. Ele trouxe de novo seu trabalho incrível com couro e tricô, mas com modelagens retas e amplas, com um pouco menos de estrutura do que antes, mas definitivamente com mais balanço. Principalmente nas calças larguinhas e com pregas.

Além disso, a coleção dele me fez lembrar que os tons neutros não precisam ser o preto, cinza e azul-marinho do nosso guarda-roupa profissional de todo dia. Eles são neutros e coringas sim, mas podem ser vibrantes e cheios de novidade. É só olhar para os vários tons de verde que ele combinou com vinho, cinza e preto. Destaque para a calça em amarelo quase mostarda: é a dica de como usar amarelo para ir trabalhar. Dá vida instantânea para qualquer look, desde que não seja combinado com preto.

Barbara Casasola

barbara-casasola

O desfile da Barbara trouxe coisas bem interessantes! As transparências com certeza foram o ponto mais forte para mim. E apesar de muitos acharem que não dá pra usar no trabalho, o truque de styling do look do meio é perfeito para o escritório. Use uma camisa branca por baixo do blazer transparente e voilá! Lindo, diferente e elegante sem ser vulgar.

Fora isso, as transparências da Barbara só vão mesmo para as festas e coquetéis do trabalho, desde que muito bem acompanhadas de uma regatinha ou vestido simples por baixo.

Mas olha só como ela mostra o jeito de usar meia-calça neste país tropical: preta e finíssima com scarpin clássico. Vai com o vestido azul marinho e com o terninho rosa antigo, que aliás são duas ótimas opções para variar as roupas para trabalhar.

Agora, deixando a satisfação de ser brasileiro numa hora dessas e olhando para um grande clássico da Semana de Moda de Milão, não tem como não babar no desfile da Gucci.

gucci-inverno-2014

Foi difícil escolher só cinco fotos pra colocar aqui. Recomendo ir lá no site da Lilian Pacce e olhar o desfile todo se você não viu ainda.

Anos 60 sem ser caricato. Uma mulher profissional e feminina ao mesmo tempo. Os looks mostram sim o empoderamento da mulher independente sem perder a sensibilidade que nos é tão característica.

Quero pra ontem um terninho lavanda, óculos de armação e lentes esverdeadas, e essas camisas de babadinhos fofíssimas. Nem precisam ser de couro também, porque afinal nosso inverno não é lá tão frio assim.

Se inspirar nos desfiles é bom, mas às vezes dá uma vontade absurda de poder ter todos os looks! O jeito é correr para a costureira ou garimpar as lojas para achar os nossos equivalentes, não é mesmo?

Anúncios

Dicas de como ficar elegante sem esforço

Nós mulheres adoramos roupas e sapatos, não é mesmo? Bolsas costumam ser um investimento maior, mas também são amadas por todas nós. Para completar, nós brasileiras adoramos cores, estampas, flores, babados, rendas e tudo mais que deixa a gente mais bonita e feminina. Todo mundo tem um senso de estilo e entende de moda pelo menos um pouquinho.

Mas sempre tem aquela pulguinha atrás da orelha quando a gente vê revistas, cenas de filmes ou fotos de street style pelo mundo afora. Dá uma sensação de que, por mais que a gente compre roupas ou busque inspirações variadas, outras mulheres são sempre mais chiques e estilosas do que a gente.

aa2914aff84141e30fb37b984e782239

Eu sempre pensei sobre isso, tanto na hora de me vestir como na hora de comprar roupas. Como é que elas conseguem ser tão elegantes? O que elas tem que é tão diferente de gente normal como eu e você? Depois de muito tempo eu cheguei à conclusão de que são muitos fatores, inclusive nossa auto-estima. A vivência cultural, a variedade disponível de roupas e sapatos, a coragem de testar coisas… Enfim! A lista é enorme. Mas assistindo mais desfiles internacionais, seguindo blogs e lendo revistas, deu pra começar a perceber certos padrões diferentes dos nossos.

E um deles acabou virando uma dica incrível de como se vestir de um jeito fácil, sem muito esforço e ainda assim ficar elegante. A dica é usar tons claros e cores pastéis em looks totais ou quase lá. Assim como a foto acima ou Cate Blanchett no filme Blue Jasmine, que a gente já falou aqui.

Há algumas temporadas que as candy colors, como eles chamam lá fora, aparecem com tudo no verão. São tons pastéis que lembram as cores das balinhas ou sorvetes.

cor-de-balinha

Não tem como negar. A gente sempre pensa no preto quando pensa em roupa clássica e elegante. Ou no máximo uma camisa branca. Mas o terno em tom rosinha quase nude lá em cima e agora essas mulheres meio que fazem a gente abrir os olhos um pouquinho não é mesmo?

E olha que delícia deve ser, num país calorento como o n0sso, se vestir de cores clarinhas e que parecem ser fresquinhas só de olhar?

E ao contrário do que muita gente pensa, elas não são difíceis de combinar. Vão fácil, fácil com branco, tons de cinza clarinho e jeans, olha só:

como-usar-cores-pasteis

Mas a dica maior de elegância e sofisticação é na verdade usar as cores pastéis em combinações alegres de rosa, azul, verde, amarelho, lilás. Nada mais inovador do que misturar vários tons e ainda assim continuar com o visual limpo e até profissional. Coisa que seria dificílimo com cores mais vibrantes.

Melhor do que isso, é ousar no look total. Varie pouquíssimo do mesmo tom de rosa ou azul e voilá! Sofisticação instantânea.

Use com outros acessórios que também fazem a gente pensar em doces e balinhas ou invista seguro na neutralidade dos nudes, bege e caramelo. Os estampados também aparecem como opção de combinar, seja em peças de roupa com um vestido ou blusa, como também nos acessórios.

como-usar-cores-claras

E para quem diz que para essas moças é fácil usar essas cores clarinhas porque são todas loiras, observem como as fotos daqui são quase todas de morenas! As cores clarinhas destacam os tons dos cabelos e valorizam a pele, principalmente se estiver com o bronzeado em dia.

E pra deixar todo mundo com água na boca depois de tanta doçura, segue mais uma seleção de acessórios que eu encontrei no Shopbop, um site americano cheio de sonhos de consumo e inspiração. Eles tem marcas que são relativamente desconhecidas da gente, mas também vendem os hypes do momento, como Alexander Wang, Kate Spade e Phillip Lim.

bolsa-sapato-rosa-azul-clar

Reparou que não precisou de muita estampa, bijuterias, maquiagens ou babados? É assim que a gente começa a observar e treinar nossos olhos. Na próxima vez que formos às compras, com certeza vamos lembrar um pouquinho do que aprendemos.

Claro, sem deixar de adaptar ao nosso estilo, porque auto-estima é o que vale mais. É perfeitamente possível se vestir de forma mais elegante e chique sem perder o jeito único de ser de cada um.

Nessa calor a gente só quer pensar em tempos mais fresquinhos

O calor está bombando no Brasil neste momento. Quem está na praia está aproveitando a brisa fresca e os dias de folga para recarregar as baterias com certeza. Além da paisagem maravilhosa, claro.

Eu que já voltei a trabalhar depois do recesso de fim de ano, tenho que aguentar o calorão e me vestir para trabalhar mesmo assim. E que desafio é se vestir para ir trabalhar sem morrer de calor ou chegar lá desmontada, transpirando e ofegando…

Então para suportas esses dias absurdamente quentes do verão brasileiro, vamos dar uma olhadinha no que está acontecendo num lugar mais fresquinho?

O pessoal lá do hemisfério norte começou forte. Segunda semana de janeiro já começou com a abertura da temporada de desfiles de moda masculina para o Outono/Inverno 2014-15 em Londres. O burburinho segue para Milão e depois Paris. Logo em seguida virão as coleções femininas para o nosso deleite também. Até lá, as grifes lançam coleções de entressafra ou como elas mesmo chamam – Preview.

Burberry e Gucci já deram um gostinho do que vem por aí, mas eu gostei mesmo foi da coleção da Altuzarra. O estilista que está despontando no cenário da moda trouxe uma coleção para o frio, mas que tem muita cara de primavera, se considerarmos a cartela de cores clarinhas e a leveza das peças.

altuzarra-pre-outono-invern

“É uma alfaiataria simples, com toques à Altuzarra como as fendas bem angulares, recortes arredondados pra valorizar as curvas femininas, saias transpassadas, um pouco de drapeado e camisaria”, segundo resenha do site Lilian Pacce.

Não tem como não se inspirar no cinza mescla como neutro coringa do vestido tubinho e calça de todo dia. E as combinações também não tem erro: azul marinho, rosa bebê, branco, nude e até um laranja vivo para aqueles dias que a gente quer um pouco mais de cor.

O comprimento das saias logo abaixo do joelho garante o look para os escritórios mais formais. É só deixar as fendas mais sutis como as das saias dos próximos looks.

altuzarra-pre-fall-2014-15

Os casacos compridos e de lã, além dos suéteres e sobreposições mostram mesmo que a coleção é prevista para o outono frio dos europeus e americanos, mas não tem como não pensar no cinza clarinho e imaginar ele combinado com estampinhas florais e veranis no lugar do xadrez e das listras. As cores escuras fazem o contra-ponto de seriedade.

E olha só que lindos os sapatos abertinhos no calcanhar? Lembram as mules e tamancos de muitos anos atrás, só que numa versão muito mais chique e alinhada.

Nhai, desejando muito que as lojas por aqui no Brasil tenham opções parecidas, se não nas modelagens ao menos nas cores, porque adorei as variações de look de trabalho sem quase nada de preto.

Melhor do que isso, só um chapéu, água de coco e areia da praia!

Sandra Bullock dá a dica de roupa pra trabalhar

No filme Gravidade que estreou neste fim de semana, além do George Clooney, você só vai ver Sandra Bullock usando macacão de astronauta ou num look pra lá de minimalista.

Sandra Bullock no filme Gravidade

Na verdade, a atriz serve de inspiração pra gente em outro filme, que se você não assistiu ainda está perdendo tempo. A Proposta é um filme de mulherzinha com romance, boas risadas, o herói bonitão Ryan Reynolds e o nosso foco de hoje: um guarda-roupa de trabalho impecável.

O primeiro look que chama atenção logo no início do filme é um terninho preto. A diferença dele para aquele do nosso armário está em vários detalhes que podem mudar tudo em qualquer visual.

O terno preto perfeito

Uma das diferenças é o blazer de corte ajustado, que marca a cintura e ainda cria o efeito peplum quando visto de costas. O cinto fininho usado por cima finaliza com perfeição, pois realça o formato do blazer e acrescenta informação sem ser excessivo.

A segunda diferença é o comprimento midi da saia lápis, que alonga e afina a silhueta da atriz, ajudando também a disfarçar as pernas grossas.

A mesma saia aparece sendo usada com camisa listrada, onde o interessante é a largura nada discreta das listras, a manga curta e ajustada e a cintura alta da saia. Varie um ou mais desses detalhes em peças diferentes e você terá muitas opções de roupas para ir trabalhar.

Não é só um conjunto de camisa e saia

Sandra Bullock também usou o comprimento midi em vestidos com detalhes drapeados, franzidos, um decote V aqui, outro mais discreto ali, além dos tons neutros de cinza e vinho, que combinam com tudo e são alternativas ao preto de sempre.

Vestidos nada óbvios

E pra terminar, olha a diferença que uma bolsa colorida pode fazer. Tudo bem que é uma Hermes Birkin, mas dá pra ver como o tom de amarelo alaranjado vai do look mais formal e sério, dá alegria para uma camisa branca clássica e ainda passeia pelo informal sem deixar nada a desejar. Mais um motivo pra criar coragem e ter uma bolsa de cor vibrante no dia-a-dia.

Uma bolsa laranja não é demais