Da SPFW para o nosso guarda-roupa

Passaram as semanas de moda estrangeiras e agora estamos no meio do burburinho da São Paulo Fashion Week. Para completar, nos próximos dias também tem Fashion Rio.

Informação demais para alguns, é verdade, mas quem nunca sonhou em ver de perto um show ou desfile desses?

Toda mulher já desejou essa experiência, nem que tenha sido uma vez na vida e só de curiosidade. O ritmo frenético, um monte de coisas acontecendo ao mesmo tempo e a sensação de estar no centro de tudo o que pode existir de mais glamouroso e chique.

Na verdade, a realidade das semanas de moda é bem diferente. Os eventos são muito mais do que música, desfiles e gente famosa. Eles representam toda uma indústria e cadeia de produção, profissionais dos mais variados e gente pra caramba trabalhando nos bastidores. É o emprego de todo dia de muitos.

Se olharmos por este lado, talvez seja a ponte que a gente precisa pra quebrar o preconceito e tentar pensar nos desfiles como algo que a gente pode trazer pra nossa vida real, nosso cotidiano aparentemente mais regular e normal.

Talvez você não vai sair por aí carregando uma bola de futebol feita de lã ou exibindo um enorme chapéu estampado. Alguns vestidos fantásticos provavelmente só encontrem lugar na vida social de uma minoria. E com certeza é muito difícil usar no dia-a-dia saltos altíssimos e camadas de roupas sobrepostas quando o sol bate forte na maior parte do nosso país o ano todo.

O glamour e conceito dos desfiles

Então como conciliar esse mundo conceitual e diferente com a nossa rotina de sempre? A resposta é mais simples do que parece.

Inspiração.

Porque no fundo, é isso que todo estilista, fotógrafo, modelo, stylist e todos os outros profissionais citados ali em cima, querem ser. Inspiração pra alguém.

Então, você não vai usar a bola de futebol, mas vai pensar em usar o tom de verde. Não vai sair por aí de chapéu gigante, mas vai lembrar da estampa, das cores e do brilho.

Moda na vida real

É essa inspiração que traz o ar de novidade. Dá um gostinho diferente em usar a mesma roupa, porque agora você viu que pode usar de um outro jeito, uma combinação que você não imaginou antes.
Vai fazer com que você anime a mexer no seu guarda-roupa e pensar melhor antes de falar que não tem nada pra vestir.

E claro, é essa inspiração que faz com que a gente sempre queira mais.

Anúncios

Preto e branco é chique sempre

Oscar de la Renta, Carolina Herrera, Moschino, Alexander Wang, Narciso Rodriguez, Jean-Pierre Braganza

A combinação de preto e branco ou monochrome, como é conhecido lá fora, invadiu as passarelas, ruas e lojas esse ano. É tendência tão forte que passou deste verão para o próximo outono/inverno.

Mas não pense que ela se restringiu ao nosso velho terninho preto com camisa branca. A dupla veio em modelagens inusitadas, silhuetas diferentes, estampas, grafismo e claro, acessórios. Apareceu até na febre fashionista da calça do Beetlejuice.

Não precisa ser liso e monótono

Eu vejo como uma ótima oportunidade de usar aquelas peças básicas de sempre, e de quebra tentar algo diferente. Isso porque eu acho que o preto e branco é um clássico que vai em qualquer lugar e apesar de ser tendência forte, nunca sai de moda de verdade.

Blazer, jaquetas e acessórios brancos

É a chance de tentar arriscar aquele blazer ou jaqueta branca que eu sempre tenho dúvida ou um acessório que eu pensei que podia ser uma peça restrita e agora parece ter mais lugar.

A vez do sapato e bolsa branca?

A calça ou saia branca também funciona bem pra mudar um pouco. Mas vale prestar atenção no corte da peça pra não marcar o que não deve. Não use nada muito justo e aproveite a ilusão da listra preta lateral que alonga e emagrece.

A parte de baixo do look pode ser branca sim

Faça o teste na frente do espelho, se você inovar na combinação ou no jeito que monta o look, veja como a imagem final é de mais auto-confiança e autenticidade.

Trabalhar toda de branco

O calor do verão está chegando e cada vez mais dá vontade de ter looks fresquinhos para ir trabalhar, o que é bem difícil, porque a gente sempre tem que tomar cuidado com o comprimento das saias, vestidos e o tamanho dos decotes.

O jeito é achar alternativas e uma delas é evitar as cores escuras que absorvem calor e optar pelos tons claros e o branco. Do jeito que minha cabeça funciona, vem logo a pergunta extrema: posso ir trabalhar em look branco total?

A conclusão é que se você trabalha em escritório mais formal, o visual claro demais pode realmente incomodar os colegas e talvez até gerar comentários. Mas se o seu trabalho não é tão restrito assim… Aproveita e usa! Não existe melhor época do ano para o look total white do que o verão.

A blogueira do 9to5Chic é executiva de marketing e mostra como é possível usar branco e continuar parecendo profissional.

Anh do blog 9to5Chic usando branco pra trabalhar

Quer se jogar? O terno branco ou em tons próximos do branco como o off-white e marfim, é perfeito. Se achar muito, use a calça mais sequinha ou troque o blazer por uma jaqueta.

De terno branco eu vou...

A opção das saias e vestidos é ainda mais fresquinha e feminina. O look total branco também pode ser a hora certa de usar recortes estratégicos, corte diferenciado ou renda pra adicionar o detalhe sem exagerar.

Jeitos diferentes de usar tudo branco

Não podemos esquecer também que o look branco total é a oportunidade perfeita de usar aquele acessório poderoso, inusitado ou coloridão.

Acessórios para usar com branco

Ah! Tudo isso também vale muito como dica legal pra quem já tem que ir trabalhar de branco todos os dias e não sabe mais como variar 😉

Vamos tentar?

Azulejo português para o verão

Desfiles como Rodarte e Giambattista Valli onde a estampa apareceu

A estampa azul e branca inspirada na porcelana chinesa e nos azulejos coloniais portugueses está em todo lugar. Você já deve ter visto pelas lojas e já percebeu o ar de frescor que ela traz.

Tendência para o verão 2013/2014, a combinação virou febre entre fashionistas e blogueiras do mundo inteiro rapidinho, depois de ter aparecido nas coleções de Roberto Cavalli, Valentino e até na brazuca Têca.

Roberto Cavalli - Coleção Resort 2013

Apesar de ter cores bem básicas a estampa pode não ser tão fácil de usar, mas com certeza vai fazer você querer mudar um pouquinho o seu guarda-roupa de trabalho nesse verão.

O jeito mais simples de usar é combinar com peças brancas ou azuis. Não tem erro. Os acessórios podem ser em tons de azul, nude ou preto.

Azulejo português pode ir trabalhar

Se o seu trabalho exige roupa mais formal ou social, opte pelas camisas e por estampas mais discretas. Além de ser um clássico, não vai ter problema de marcar formas indesejadas ou chamar atenção justamente para aquela área que você quer disfarçar.

Camisa com estampa delicada deixa qualquer dia de trabalho mais vibrante

Pra variar um pouco e sair do óbvio, combine com peças em vermelho ou laranja. Pode ser só um acessório ou detalhe, mas já faz diferença e não vai ofender os olhos de ninguém no escritório.

Vermelho e laranja deixam tudo mais vivo

As combinações mais ousadas são os conjuntinhos, vestidos longos ou um bom mix de estampas, mas estes devem se restringir aos ambientes mais descontraídos e aos fins de semana.

Mix de estampas que dão vontade de usar já

Pode usar oncinha no trabalho?

Um dia desses estava pesquisando a respeito de ambientes mais formais de trabalho e uma orientação que me deixou pasma foi ‘não usar estampas’.

Como assim não usar estampa para ir trabalhar? Uma das características mais marcantes da moda nacional é a qualidade da nossa estamparia e ainda não conheci uma mulher que não goste de estampa, seja ela floral, listras, poás, animal, gráfica, digital ou o que mais existir por aí.

Sabendo escolher e dosar, é possível sim usar peças estampadas para trabalhar sem prejudicar a imagem de seriedade e profissionalismo do ambiente que exige roupa social.

Por exemplo, se sua estampa preferida for listras, escolha cores menos chamativas e mais neutras, preste atenção no tamanho das listras ou ainda junte os dois conceitos como na foto abaixo.

Como usar listras para trabalhar

Vamos tentar o mesmo com a estampa floral. Se não dá pra usar flores enormes e coloridas, eleja tons pastéis e elas já podem ir trabalhar. Diminuindo o tamanho você pode usar cores mais escuras e até fazer mais combinações.

Como usar estampa floral sem exagero

O grande vilão da história pode ser a estampa animal, cuja linha do formal é realmente muito tênue e em muitos escritórios pode realmente passar a imagem errada.

Se o seu trabalho exige roupa social, mas não é tão rígido assim, siga os mesmos passos das estampas anteriores, mas tome mais cuidado com o corte e modelo das peças. Prefira linhas retas, tons mais neutros e quanto menor a estampa melhor.

Como usar oncinha no trabalho

Agora, se seu trabalho não exige roupa social formal, aproveite pra combinar estampas florais, de oncinha, listras e tudo mais que desejar. Use o bom senso para optar pela elegância e seja feliz.

Mix de estampas para ir trabalhar

Sandra Bullock dá a dica de roupa pra trabalhar

No filme Gravidade que estreou neste fim de semana, além do George Clooney, você só vai ver Sandra Bullock usando macacão de astronauta ou num look pra lá de minimalista.

Sandra Bullock no filme Gravidade

Na verdade, a atriz serve de inspiração pra gente em outro filme, que se você não assistiu ainda está perdendo tempo. A Proposta é um filme de mulherzinha com romance, boas risadas, o herói bonitão Ryan Reynolds e o nosso foco de hoje: um guarda-roupa de trabalho impecável.

O primeiro look que chama atenção logo no início do filme é um terninho preto. A diferença dele para aquele do nosso armário está em vários detalhes que podem mudar tudo em qualquer visual.

O terno preto perfeito

Uma das diferenças é o blazer de corte ajustado, que marca a cintura e ainda cria o efeito peplum quando visto de costas. O cinto fininho usado por cima finaliza com perfeição, pois realça o formato do blazer e acrescenta informação sem ser excessivo.

A segunda diferença é o comprimento midi da saia lápis, que alonga e afina a silhueta da atriz, ajudando também a disfarçar as pernas grossas.

A mesma saia aparece sendo usada com camisa listrada, onde o interessante é a largura nada discreta das listras, a manga curta e ajustada e a cintura alta da saia. Varie um ou mais desses detalhes em peças diferentes e você terá muitas opções de roupas para ir trabalhar.

Não é só um conjunto de camisa e saia

Sandra Bullock também usou o comprimento midi em vestidos com detalhes drapeados, franzidos, um decote V aqui, outro mais discreto ali, além dos tons neutros de cinza e vinho, que combinam com tudo e são alternativas ao preto de sempre.

Vestidos nada óbvios

E pra terminar, olha a diferença que uma bolsa colorida pode fazer. Tudo bem que é uma Hermes Birkin, mas dá pra ver como o tom de amarelo alaranjado vai do look mais formal e sério, dá alegria para uma camisa branca clássica e ainda passeia pelo informal sem deixar nada a desejar. Mais um motivo pra criar coragem e ter uma bolsa de cor vibrante no dia-a-dia.

Uma bolsa laranja não é demais

A moda das lentes cor-de-rosa

Pink é o que todos estão falando no momento. As passarelas internacionais das últimas semanas mostraram todo os tons possíveis da cor e combinações das mais variadas.

As fashionistas antenadas também já estavam desfilando a tendência para os fotógrafos na saída dos shows.

Fashionistas em pink

Tudo muito lindo e feminino nas fotos, mas como usar no dia-a-dia e alegrar o look de ir trabalhar sem parecer uma boneca Barbie, uma vítima da moda ou um chiclete ambulante?

A primeira coisa é optar pelas nuances menos vibrantes, tais como o rosa pálido e os tons que se aproximam do nude ou rosa antigo. Por serem mais discretos, eles são mais fáceis de combinar e podem se tornar verdadeiros coringas no time das peças neutras.

Jonathan Saunders, Temperley and J JS Lee

O segundo passo é traduzir os looks que a gente tanto admira para as peças que a gente tem. Por exemplo, uma das coisas que mais fizeram sucesso lá fora foi o casaco rosa. Como o clima do Brasil não permite, o negócio é adaptar para cardigãs fininhos e blazers, mas manter a idéia do que usar por baixo.

Combine com branco, azul marinho, estampas florais e outros tons de rosa e cores pastéis.

Como usar blazer ou casaco rosa

Uma alternativa para os casacos, assim como nas estampas florais, é usar rosa na parte de baixo, sendo a saia o jeito mais fácil e mais discreto do que a calça, que por ser uma peça maior chama muito mais atenção.

Como usar saia rosa no trabalho

Se você não é fã da idéia ultra-feminina no guarda-roupa, ainda pode usar a cor com conceitos mais gráficos, minimalistas ou ainda elementos do guarda-roupa masculino.

Rosa não tão feminino assim

E se nada disso funcionar, tem sempre a saída dos acessórios. Bolsas, sapatos e colares representam bem a tendência, sem mexer tanto no guarda-roupa que você já tem além de serem muito versáteis para compor o diferencial de outros looks.

Pink no detalhe

Imagens via: Vogue, Fabsugar, Style tracker, Candice Lake, Pinterest